Beba com responsabilidade e se beber não dirija.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

20 - MEDIEVAL

Estimados amigos... hoje é o Dia Internacional da Cerveja... e para comemorar esse dia nada mais justo do que postar uma matéria sobre uma cerveja que me chamou a atenção dias atrás... a MEDIEVAL.... cerveja brasileira prá lá de especial.



Cerveja: MEDIEVAL
Cervejaria: Backer
Estilo: Belgian Blond Ale
Teor Alcoólico: 6,6%
Local de origem: Belo Horizonte/MG, Brasil.
Degustada: 02/07/2011


A Medieval é uma cerveja de alta fermentação (ale), na qual se utiliza leveduras belgas que conferem a esta bebida um agradável sabor frutado.

Esta cerveja foi inspirada na tradição produtiva de cervejas de abadia dos monastérios medievais. Tal inspiração já percebe-se só de olhar para a garrafa dessa cerveja, começando pelo nome (Medieval), passando pelos símbolos planetários estampados no rótulo e terminando com o lacre de cera que envolve a tampa dessa enigmática bebida.

Sim caros leitores..... essa cerveja possui um lacre de cera entorno da tampa, que pode ser rompido apenas quebrando-o ou, da melhor maneira, derretendo-o com fogo. É claro que eu escolhi a segunda opção e confesso que esse tipo de abertura da garrafa dá um ar de ritual interessantíssimo, a medida que a cera vai derretendo, gotas dela começam a pingar e são gotas de coloração vermelho sangue, muito bonitas.

Agora imaginem vocês apreciando a cerveja Medieval em um bar lotado.... ao fundo surge o garçom portando uma bandeja com os seguintes objetos sobre ela: uma garrafa pequena de cor negra com rótulo marrom repleto de símbolos planetários, um cálice e uma vela acessa. Ao aproximar-se da mesa o garçom pinga duas gotas de vela derretida em sua mesa para fixar a vela, neste instante pega a garrafa de cerveja e aproxima o gargalo junto à chama de fogo, assim começa a pingar gotas semelhantes a sangue em sua mesa até aparecer uma tampa metálica preta, com um símbolo alquimista planetário. Após destampa-se a garrafa e serve-se essa impressionante cerveja em um lindo cálice.... Garanto que por alguns segundo você irá se imaginar em um taberna medieval. Com tudo isso podem ter certeza que mais alguém no boteco vai querer experimentar a cerveja Medieval.

Bem... vamos falar sobre a parte líquida desta cerveja.

A cerveja Medieval tem uma coloração dourada puxando para um avermelhado, com espuma levemente bege de boa duração com minúsculas bolhas, dando uma certa cremosidade no colarinho.
Tulipa

Em relação ao paladar desta cerveja sente-se de início um gosto levemente adocicado que logo se transforma em notas frutadas misturadas com especiarias (destacando algo entre cravo e coentro), com uma leve acidez que permanece no retrogosto. É uma cerveja encorpada, que deixa uma leve sensação de álcool na boca.

Já o aroma evidencia bem o cheiro frutado, lembrando, de forma agradável, laranja, misturado com notas florais do lúpulo e um pouco de cravo. Simplesmente uma cerveja imperdível, que deve ser experimentada por quem gosta de cervejas especiais.



Copos recomendados para apreciar essa enigmática cerveja: Tulipa (utilizado na ocasião) e Cálice.
Cálice


Ahhh... já ia esquecendo, como disse anteriormente na tampa dessa cerveja vem estampado um símbolo planetário e cada tampinha muda de símbolo. No meu caso eu peguei a tampinha com o símbolo de Netuno (eu acho!!!).



Fontes de pesquisa:
  



Nenhum comentário:

Postar um comentário