Beba com responsabilidade e se beber não dirija.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

21 - RAGING BITCH


Cerveja: RAGING BITCH
Cervejaria: Flying Dog Brewery
Estilo: Belgian Indian Pale Ale
Teor Alcoólico: 8,3%
Local de origem: Frederick, Maryland, EUA.
Degustada: 28/05/2011

Caros amigos leitores do blog Cervejas Especiais hoje falaremos dessa extravagante cerveja americana que surgiu para comemorar os 20 anos da cervejaria Flying Dog. E a comemoração não podia ser simples, então logo de cara decidiram lançar uma cerveja que mistura duas escolas cervejeiras a Belga e a America (embora alguns entendidos no assunto não aceitam elencar como escola cervejeira a americana).

Mas afinal o que essa cerveja tem de belga e de americana?

Primeiro devemos explicar um pouco do estilo dessa cerveja, que é uma IPA (Indian Pale Ale). A IPA “comum” surgiu no século XVIII derivada da necessidade de abastecimento das tropas do Exército Britânico residentes na Índia, durante o período de colonização neste país. As condições climáticas da Índia eram desgastantes para os ingleses, devido ao alto calor e falta de água potável.

Sem água para beber, vai de cerveja mesmo....  mas ocorre que a cerveja produzida na Inglaterra estragava durante a longa viagem até a Índia, então resolveu adicionar maiores quantidades de lúpulo para conservar a bebida e para agüentar a viagem.

Desta forma surge a Indian Pale Ale, cervejas mais encorpadas (teor alcoólico nunca inferior a 5%), extremamente frutadas (características das ales) e carregadas no amargor (graças ao lúpulo). Uma dádiva entre os apreciadores de cervejas especiais.

Bem, mas voltando a Raging Bitch, como dito anteriormente, há uma mistura de características belgas e americanas nessa cerveja.

De belga pode ser encontrado o fermento utilizado nesta bebida e de americano a diversidade e quantidade de lúpulos utilizados na receita. Na realidade são utilizados três tipos de lúpulo nesta cerveja o Warrior, o Columbus e o Amarillo (este último adicionado na fase de maturação, método chamada de dry hopping).

As características desta cerveja são interessantíssimas. É uma cerveja de alta fermentação (ale). Coloração alaranjado escuro (puxando para uma avermelhado), levemente turva.

É uma cerveja um tanto quanto encorpada, com carbonatação média e formação de espuma densa e cremosa, de cor branca. Possui aroma muito frutado lembrando notas de abacaxi, uva verde e o cheiro herbáceo típico do lúpulo. No gosto percebe-se bem o adocicado inicial resultante do seu alto teor alcoólico, mas logo se equilibrando, quando entra em cena o amargor dos lúpulos. Para se ter uma ideia do amargor desta cerveja ela contém 60 IBU (international bitterness units, que é uma medida mundial de amargor de cerveja), em contrapartida as cervejas comuns que nós tomamos aqui no Brasil (loira gelada – American Standard Lager), possuem entorno de 10 a 12 IBUs.

Também não podemos deixar de falar na beleza dos rótulos dessa cervejaria, neste caso a estampa é de uma legítima “cadela raivosa” (Raging Bitch).

Copo indicado para servir essa cerveja é a Caldereta.

Caldereta









Fontes de pesquisa:

MORADO, Ronaldo. Larousse da Cerveja. São Paulo: Larousse do Brasil, 2009.


Site Flying Dog: http://flyingdogales.com/



Nenhum comentário:

Postar um comentário