Beba com responsabilidade e se beber não dirija.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

34 - 1795



Cerveja: 1795
Cervejaria: Budejoviké Mestansky Pivovar
Estilo: Bohemian Pilsen
Teor Alcoólico: 4,7%
Local de origem: Budweis, Bohemia, República Checa.
Degustada: 13/05/2011


Como costume as cervejas produzidas na Europa costumam levar o nome da cidade onde a mesma é elaborada, é assim com a Pilsener Urquell, fabricada em Pilsen (Rep. Tcheca).

Então, seguindo essa lógica e tendo em vista que a cerveja 1795 é produzida na cidade de Budweis (Rep. Tcheca) estamos falando então da famosa cerveja Budweiser.... certo? ... não.....  bem que eles queriam.... mas a história acerca do nome desta cerveja é muito interessante e envolve disputa de grandes empresas cervejeiras entorno da marca.

Como assim???? .... Vamos entender um pouco dessa “peleia”:

Cerveja 1795: produzida pela cervejaria Budejoviké Mestansky Pivovar, cervejaria Tcheca fundada no ano de 1795, na cidade de Budweis. Dita cerveja começou a ser produzida no ano de 1802, porém a empresa somente registra o nome da cerveja de Budweiser Lager Bier no ano de 1882.

Cerveja Budweiser ou Bud: produzida pela cervejaria americana Anheuser-Busch, desde o ano de 1876, porém dita empresa registrou o nome de sua cerveja (Budweiser) em 1878, ou seja, quatro anos antes de sua concorrente Tcheca.

Logo no início não houve grandes problemas pois não havia um mercado internacional tão intenso quanto nos dias atuais, além do mais a Rep. Tcheca ficou um tempo isolada pela “cortina de ferro” socialista da extinta URSS.

Porém nos tempos atuais a briga está longe de acabar, a empresa americana alega a antecedência de seu registro de marca e já ofertou várias vezes a compra da cervejaria Tcheca ou da marca, sempre recebendo um não como resposta.
Copo Pilsner

O grande problema que gera essa disputa é que a cervejaria Tcheca, que produz a cerveja 1795, segue rigorosamente a Lei da Pureza Alemã, utilizando em suas cervejas somente malte (produzido por eles), lúpulo (neste caso o Saaz), água e fermento, enquanto os americanos da Budweiser utilizam todos os mais variados adjuntos, principalmente o arroz em suas cervejas.

Sobre a cerveja:

Em relação a 1795 pode-se dizer que é uma cerveja de baixa fermentação (lager) do estilo Pilsen, mais precisamente Bohemian Pilsen, com excelente aroma de lúpulo Saaz (lembrando tons herbáceos), refrescante e com acentuado sabor de malte e lúpulo, com retrogosto amargo persistente em decorrência do lúpulo.

Gosto inicialmente adocicado, em decorrência do malte, logo se equilibrando com o amargor do lúpulo, deixando um retrogosto que lembra pão cru.

A 1795 tem coloração amarelo dourada (ouro) cristalina. Espuma branca, cremosa, persistente e com bolhas finas e uniformes.

Copos indicados para degustação desta cerveja são: Pilsner, e Caneca.
  
Caneca
Fontes de pesquisa:

MORADO, Ronaldo. Larousse da Cerveja. São Paulo: Larousse do Brasil, 2009.


Nenhum comentário:

Postar um comentário