Beba com responsabilidade e se beber não dirija.

sábado, 31 de dezembro de 2011

49- 1ª BRASSAGEM - AMERICAN PALE ALE

Caros leitores do Blog Cervejas Especiais é com extrema felicidade que posto a última matéria do ano de 2011 falando sobre a minha primeira produção própria de cerveja caseira.... isso mesmo coros amigos... o sonho se realiza .... no dia 28 de dezembro de 2011 fiz a minha primeira brassagem... e iniciei com um estilo tradicional e mais fácil.... iniciei com uma American Pale Ale.
Equipamentos

Calculei uma receita de 25 litros, porém a leva rendeu somente 20 litros, segue a receita:

Maltes:

- 05 Kg de malte Pale Ale;
- 500 g de malte Cara 020;
- 500 g de malte Pilsen;

Lúpulos:

- 25 g de lúpulo alemão Nugget (60 min. de fervura, para amargor);
- 22 g de lúpulo inglês Fuggles (15 min. de fervura, para aroma);

Fermento:

- 11,5 g (um pacotinho) de US 05.

Etapas:

- as 8:32h iniciei o aquecimento de 20 litros de água (água primária) até a temperatura de 67º C;

- as 8:51 adicionei os 6 kg de malte, neste momento a temperatura caiu para perto dos 60º C, aqueci novamente e deixei a mistura por 90 minutos a 67º C;










- as 10:11h realizei o teste do iodo, para ver se já havia ocorrido a conversão da maltose e açucares menores, e deu tudo certo... aprovado no teste de iodo, passei para o mash out, ou seja, subi a temperatura da infusão para 78º C, por 10 minutos, para inativar as enzimas;

- após isso fomos para a recirculação e filtragem do mosto.... aí surge o primeiro problema da brassagem... o meu filtro não estava dando uma vazão boa, na verdade, só filtrava um filete de mosto... ia demorar um ano para filtrar tudo.... e como o mundo vai acabar em dezembro de 2012 resolvi acelerar essa etapa e pedi socorro ao meu amigo Thomás, produtor de cerveja caseira e meu conterrâneo, liguei para ele e pedi emprestada a sua panela de filtragem... aí foi outros quinhentos... a filtragem deu certo.... a lavagem foi feita com mais 25 litros de água a 78º C;





- tudo pronto para a fervura (60 minutos).... as 12:45h adicionei 25g de lúpulo para amargor (Nugget);
Lúpulo Nugget










- as 13:30h ... segunda adição de lúpulo, 22 g de Fuggles, para o aroma;
Lúpulo Fuggles










- as 13:45 fim da fervura e início do resfriamento através de um chiller de cobre... aliás excelente aquisição, resfriou todo mosto em menos de uma hora; .... nesse meio tempo aproveitei para esterilizar o fermentador de fundo cônico e outros equipamentos com iodo, na proporção de 1 ml por litro de água.
Máscara para não contaminar o mosto

- reidratei o fermento com o próprio mosto.... e despejei tudo no fermentador cônico... que foi levado para uma geladeira com controle de temperatura por termostato digital. No início a geladeira trabalhou na faixa de 16º a 20ºC, para adequar a temperatura ambiente com o calor da cerveja no fermentador;

Geladeira personalizada pela minha esposa
- após oito horas no fermentador o air lock começou a borbulhar... quando adequei a temperatura da geladeira entre 20º a 22º C.

- a OG foi de 1.055, acima da esperada (1.046);

O plano é deixar por uns 07 dias fermentando, depois baixar a temperatura para uns 5ºa 8º C e expurgar o fermento, deixando nessa temperatura por mais uns 10 dias para maturar... após fazer um primming com açúcar invertido e envasar.

Agora é ter paciência e esperar para ver como ficou.... logo volto para contá-los.

Obs.: além do socorro do Thomás, contei com a ajuda do meu irmão Glauber, que também patrocinou a compra de parte dos ingredientes.

14 comentários:

  1. Parabéns pelo sucesso da primeira brassagem!
    Tenho certeza que ótimas cervejas sairão dessas panelas!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Thomás... graças a ajuda do amigo consegui concluir a brassagem

    ResponderExcluir
  3. Muito legal Lucas, em breve tambem farei minha primeira brassagem...Parabens

    ResponderExcluir
  4. pháaaa que pecado tomar champagne com uma cerveja dessas fermentando rsrsrs
    um bom ano novo os dois mestres ... abs

    ResponderExcluir
  5. Nem me fale Anderson.... imagina só ter que olhar pro fermentador e somente esperar....

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Lucas. Ainda estou longe da minha primeira brassagem, mas isso é bom pois vou aprendendo aos poucos com vocês.

    ResponderExcluir
  7. Como Vc controlou a temperatura da geladeira ? Abraço, Luiz

    Box13@box13.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Luiz. Eu instalei um termostato digital na minha geladeira... tá vendo aquele controlador digital bem em cima da geladeira na penúltima foto... é ele.... aí programo as faixas de temperatura e ela liga e se desliga automaticamente, mantendo a temperatura desejada.

      Excluir
  8. Olá Lucas, com ficou essa brassagem? Quanto % de teor alcoolico vc conseguiu? Vamos brassar essa sua receita esse final de semana e gostariamos de saber mais sobre ela!

    Abcss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Gabriel... a receita ficou boa, mas eu recomendaria baixar a primeira rampa de temperatura de 67º C para 62º C, aí vai criar mais açucar fermentável, senão corre o risco de não carbonatar direito, o que aconteceu com as minhas. Ela ficou pouco carbonatada, ao meu ver,... mas é só brassar a 62º C que não vai ter problema. O teor alcoólico ficou em 4,8%, depois do priming com 7g de açucar por Litro de cerveja. No mais ela ficou com uma coloração super legal e gosto melhor ainda, somente pecou na carbonatação, mas foi por causa da temperatura de brassagem. Se preferir pode deixar os grãos em infusão a 62º C por 1h, e depois deixe mais 30 minutos a 67º C, (essa última rampa dá mais corpo a cerveja). Valeu

      Excluir
    2. cara, acho que seria mais logico, pela carbonatacao, simplesmente melhorar o priming. pq o fermentavel que é gerado na brassagem, é teor alcoolico, mas para carbonatacao somente o priming que faz diferenca, ou algum acucar residual, que sempre deve ser evitado para nao haver garrafa explosiva

      Excluir
  9. Bom dia Lucas... tudo bem ?
    Sou ANDRE LUIS SANTIN de Gaurama, sou aluno do teu irmao, e foi ele quem me disse que tu estas fazendo cerveja...
    Fizemos a nossa sabado dia 04 de maio pela primeira vez, nao sei se vai dar certo, queria vem com voce da possibilidade de nos auxiliar, se possivel é claro uheuheuehu...

    GRANDE ABRAÇOO

    Att.

    ANDRE LUIS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Santin.... Que bom que você não desistiu de fazer cerveja kkkkk, faz mais de um ano que está esperando a resposta né?.... Claro o que precisar de ajuda é só pedir, mas pede com antecedência de uma ano kkkkk. Abraços...

      Excluir
  10. Fala amigo cervejeiro, produzo desde 2013, mas vou fazer agora minha primeira APA, fiquei especialista em IPA e STOUT, também já fiz TRIPEL duas vezes, acho que está certo em deixar a primeira temperatura mais baixa, creio que Manter em 65 graus e ficar sempre mexendo por 45 minutos.
    Elevar a temperatura a 72 graus por mais 20 minutos.
    Fazer o teste do Iodo, caso ele indique presença de mais amidos,
    Continuar por mais 10 minutos e repetir.
    Opcional:
    Quando o teste do Iodo parar de indicar amido, elevar a temperatura até 80 graus por mais 10 minutos para inativar as enzimas.
    Parabéns pelo Blog, já fiz blog para outros assuntos uma hora faço para cervejas. Um abraço, Pimenta - Brasília - 61 8122.9973

    ResponderExcluir